12.11.10

2 December, do you remember ?


confesso que quando cliquei em "nova mensagem" não sabia o que ia sair daqui. Não sabia o quê e sobre que escrever. Depois pensei que talvez pudesse falar do meu dia, mas não foi mais do que um dia comum; passou-me pela cabeça falar do meu homem, mas as coisas estão tão bem, tão nossas que prefiro que nossas continuem. Podia falar dos meus problemas, é verdade, mas falar das coisas más não as torna boas, apenas nos torna mais leves e com uma certa sensação de que o melhor é não dar tanta importância. Bem isso sei eu, de forma que não, não ia falar dos meus problemas. Entretanto passaram-me mil e uma coisas pela cabeça, muitas necessidades, procupações, bons momentos é lógico. Mas não. Não estava a resultar.


Veio-me à cabeça dia dois. Sim, dia dois nós fazemos um ano amor. E para quem não tinha do que falar estamos muito bem menina cátia! continuando... eu não sei o que vamos fazer nesse dia, porque quanto mais queremos que saia uma coisa perfeitinha, pior sai. Mas sim, é verdade que tenho imagens bonitas para esse dia. talvez um passeio pela margem de um rio. Um gelado, porque eu adoro. Muitos beijinhos e abraços. E também as palavras bonitas. Podiamos passar a tarde em casa, juntinhos, sozinhos, mas/e fechados e isso não é bem o que me imagino a fazer num dia assim. Ir ao cinema é uma hipotese, mas temos pouco tempo e o unico filme do qual quero ter boas recordações é do nosso. Presentes de um ano de namoro ficam bem , mas ouve bem o que te digo, e isto não sao frases batidas, eu só te quero comigo nesse dia, nem mais nem menos. só a ti. Bom bom , era repetirmos os passos que demos à um ano atrás pela primeira vez, mas iss não dá, por isso fica aqui escrito, que a unica prenda que quero que me dês nesse dia, és tu e tudo o que até hoje me deste.
Sempre presa. Sempre a ti.

Um comentário:

  1. dou-te tudo o que tenho para te dar. sempre e sempre, meu amor <3

    ResponderExcluir

considerações: