8.5.10

over and over again


estás longe, às vezes tenho a sensação de que pouco a pouco te vou perdendo e sinto que parte de mim se vai perder contigo. Já me senti muito mal por ti mas agora que foste sinto-me ainda pior e não em muito tempo. Tenho saudades do sorriso e do cheiro que sentia de cada vez que me envolvias na tua grande mão, sinto falta dos sitios e dos fins de semana mas não sei dizer-te de que maneira me sinto melhor, me sinto mais tranquila. O meu maior medo é então, perder-te de vez, é não haver uma volta ou uma visita de vez em quando (pelo menos), é que te esqueças de mim, de nós. Se seguires e te afastares, se estiveres melhor e nao voltares vais continuar a lembrar-te ? a preocupar-te... Não ligas, nao perguntas, não te preocupas, nao me das na cabeça, dá-me a sensação de que encontras-te o teu equilibrio longe e não me vou perdoar se nao fizer parte dele. Talvez nao queira que voltes, definitivamente, queria que me levasses daqui. Leva-me contigo e eu juro aguentar firme ao teu lado, não me vou descaír em nenhum momento, acredita. E vou (vamos) ultrapassa-lo, mas apenas nao me deixes aqui, sinto que parte de mim esta longe e que não faço sentido sem a tua segurança mesmo que muitas vezes a tenha desprezado. Descobri bem à pouco que me guias mais do que imaginei e por cá não vai ser melhor sem ti. Deixa-me ir, pai, é (...) de sangue
o Mundo começou à pouco para mim e à primeira vista é mais que perfeito. Mas não. As horas passam rápido demais, as pessoas magoam sem dó, entram e saiem sem um 'mas' na nossa vida, nós erramos e somos o alvo na maior parte das vezes e por mais que queiras que não, a vida diz-te que sim e é obrigatóriamente sim porque tu não mudas, não superas muitas das vezes, tu não mandas nem em ninguém nem em nada. És como que uma pedra no caminho de alguém e alguém constantemente de é uma pedra para ti. Mas fazer alguma coisa para editar isso NINGUÉM FAZ. Não há nada por ti nem nada para ti, mas ouve quando alguém te diz que tens que continuar por cá, mesmo que para ti as palavras nao formem frases com sentido obvio. Estás de pé e nao tens escolha, por isso caminha comigo. Não é tudo, mas já é alguma coisa ;

2 comentários:

  1. Pois é. Somos pobres e mal agradecidas xD

    ResponderExcluir
  2. Enfim, para eles ganhar é uma festa. Para nós é um hábito :p

    ResponderExcluir

considerações: